domingo, 21 julho, 2024

Aeroporto de Porto Alegre retomará embarque e desembarque de passageiros em julho

Paralelamente, Base Aérea de Canoas terá operações ampliadas a partir da próxima semana

Depois de reabrir, no dia 11 junho, as operações do terminal de cargas para o recebimento e retirada de mercadorias por transporte rodoviário, o Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre (RS), retomará o procedimento de embarque e desembarque de passageiros na primeira quinzena de julho.

Os voos continuarão sendo realizados no aeródromo militar até que a pista de pouso e decolagem do Salgado Filho seja liberada. Os serviços de check-in, embarque e desembarque, que atualmente estão sendo efetuados no terminal ParkShopping Canoas, migrarão para o aeroporto da capital gaúcha.

Essa operação contempla a utilização de parte do terminal de passageiros que não foi impactada pela enchente e possibilita viabilizar embarque, desembarque e procedimentos de segurança para um número maior de passageiros, considerando o incremento de voos projetados para a Base Aérea de Canoas.

AMPLIAÇÃO DA MALHA AÉREA – Aberta ao tráfego aéreo comercial desde o dia 27 de maio, a Base Aérea de Canoas terá suas operações ampliadas nos próximos dias. O trabalho conjunto realizado pelo Ministério de Portos e Aeroportos, Ministério da Defesa, Casa Civil da Presidência da República, Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul, Agência Nacional de Aviação Civil, Fraport e companhias aéreas permitiu que o aeródromo militar passasse de 5 para 7 voos diários, tornando um aumento de 70 para 98 movimentos semanais, entre pousos e decolagens, com complemento de voos entre 17h35 e 21h.

A ampliação das operações foi possível a partir da instalação de torres de iluminação e revisão da estrutura operacional da Base Aérea. Com isso, serão viabilizadas novas posições para voos noturnos no local. Os novos horários foram validados pelo Comando da Aeronáutica e pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Atualmente, a operação emergencial em Canoas contempla voos realizados pelas companhias Azul, Gol e Latam.

A Base Aérea de Canoas é um dos 9 aeródromos escolhidos pelo Governo Federal para absorver parte da malha aérea operada no aeroporto Internacional Salgado Filho, na capital gaúcha, fechado por tempo indeterminado em decorrência das enchentes que afetaram o estado.

Confira outras atualizações das frentes de trabalho do Governo Federal no Rio Grande do Sul:

NOVOS LEITOS – Nesta sexta-feira (21), o secretário de Atenção Especializada em Saúde, Adriano Massuda, visitou os novos leitos nas unidades de saúde do Grupo Hospitalar Conceição (GHC), vinculado ao Ministério da Saúde. Com vagas hospitalares já disponíveis para a população gaúcha, os 120 novos leitos estarão em pleno funcionamento até a próxima semana. “A ampliação da oferta de leitos é um dos grandes esforços do Ministério da Saúde para dar assistência à população gaúcha após a situação de emergência. O objetivo agora é reconstruir, recuperar e ampliar a disponibilidade de vagas em todo o estado”, afirmou Massuda. Os leitos estão sendo abertos nos hospitais Fêmina, Cristo Redentor, Nossa Senhora da Conceição e Criança Conceição. O objetivo da ampliação é preparar a rede pública de saúde para enfrentar o aumento da demanda decorrente das doenças típicas do inverno e das enfermidades causadas pelas fortes chuvas que atingiram a região gaúcha.

ENFRENTAMENTO DE DOENÇAS – O Ministério da Saúde publicou, nesta quinta-feira (20), uma série de orientações e diretrizes voltadas à conduta de cuidados relacionados às doenças infecciosas decorrentes do cenário de calamidade pública enfrentada pelo Rio Grande do Sul após as enchentes do mês de maio. As orientações valem para casos de hepatite A, leptospirose, dengue e doenças diarreicas agudas. Acesse a Nota Informativa Conjunta.

SUAS – Há 46 profissionais do Sistema Único de Assistência Social (Suas) em campo nesta sexta-feira (21), dos quais 32 integram a Força Tarefa do Cadastro Único, mobilizada pela Secretaria de Avaliação, Gestão da Informação e Cadastro Único do Ministério do Desenvolvimento Social, e 14 apoiam os entes federados na gestão dos alojamentos provisórios; cadastro de famílias e indivíduos desabrigados e desalojados; solicitação, utilização e prestação de contas dos recursos repassados pelo Fundo Nacional de Assistência Social; entre outras ações. Os profissionais atuam nos municípios de Porto Alegre, Canoas, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Alvorada, Eldorado do Sul, Guaíba e Pelotas.

RODOVIAS – Segundo dados atualizados do monitoramento das rodovias federais do estado consolidados nesta sexta-feira entre Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Secretaria Nacional de Transporte Rodoviário e concessionária com rodovias federais sob responsabilidade da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), sete trechos em duas rodovias federais encontram-se com interdição total no Rio Grande do Sul: BR-116, nos trechos km 160, km 170, km 190; km 232; BR-470, nos trechos km 178, km 188 ao km 190, km 192, km 194 ao km 201. Outros 14 trechos em cinco rodovias federais apresentam interdições parciais: BR-116, nos trechos km160, km 170, km 190, km 232; BR-153, no trecho km 412; BR-287, no trecho km 312; BR-386, nos trechos km 288, km 297, km 308, km 325, km 361, km 372, km 426; BR-470, no trecho km 262. Já foram liberados 120 trechos em 12 rodovias federais que cortam o Rio Grande do Sul. Neste momento, 12 trechos estão em obras ou com serviços para liberação das pistas e não há segmentos liberados somente para veículos de emergência.

Matéria envida pela assessoria de Comunicação Ministerio dos Portos e Aeroportos

Redação Gazzeta Paulista
Redação Gazzeta Paulista
A GAZZETA PAULISTA é o maior portal de notícias diárias desde 2010 abrangendo as cidades de Taboão da Serra, Embu das Artes, Itapecerica da Serra, São Lourenço da Serra, Juquitiba, Embu Guaçu e São Paulo e outras.
Artigos Relacioanados
- Advertisment -spot_img

Mais Lidos

Comentários Recentes