quinta-feira, 30 maio, 2024
HomeOpinião“Caderno para entender o G20”: publicação esclarece conceitos e temas sobre o...

“Caderno para entender o G20”: publicação esclarece conceitos e temas sobre o fórum

Publicação produzida pelo Brics Policy Center em parceria com a rede Jubileu Sul esclarece conceitos e leva informações qualificadas sobre o G20 para público diversificado.

Proposta é que o caderno seja referência para organizações da sociedade civil, imprensa, acadêmicos e ativistas sobre fórum que reúne as maiores economias do mundo.

Por mais que os temas do G20 perpassem a vida cotidiana de todos e todas, é certo que a dinâmica do grupo ainda não é tão óbvia para a população em geral. Assim, a publicação “Caderno para entender o G20” surge como mais uma ferramenta de informação, divulgação e esclarecimento sobre o principal fórum de cooperação internacional, que este ano é presidido pelo Brasil.

O Caderno é resultado da parceria do Brics Policy Center (BPC), think tank vinculado ao Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio, com a rede Jubileu Sul.

A produção do material foi coletiva e contou com a contribuição de organizações e movimentos da sociedade civil, com destaque para a Abong (Associação Brasileira Organizações Não Governamentais), a Rede Brasileira Pela Integração dos Povos (Rebrip) e o Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc). O objetivo é que a publicação, além de subsidiar a sociedade civil, possa ser uma referência para a imprensa, acadêmicos, ativistas, entre outros atores.

“Entendemos que o G20 tem uma complexidade temática e também em termos de estrutura organizativa. Nesse sentido, buscamos trazer as questões internacionais, que são vistas como ásperas, abstratas. Queremos trazê-las para o dia a dia, para o cotidiano das pessoas”, colocou Marta Fernández, coordenadora-geral do BCP e uma das autoras da publicação.

O caderno, que ganhará em breve uma versão em inglês, explicita, ao longo de suas páginas, a história do G20, de sua formação até os dias atuais; a estrutura interna do fórum, como as Trilhas de Finanças e de Sherpas. e o G20 Social; e os objetivos e coordenações sob a presidência do Brasil.

O caderno traz ainda dois capítulos especiais: um sobre como as organizações da sociedade civil brasileira veem o G20 e outro sobre as implicações de gênero e raça em debates internacionais.

O G20 Brasil também produziu um e-book trilingue (português, inglês e espanhol) com as principais informações sobre o fórum, sua história, países-membros, como ele funciona e as responsabilidades e prioridades da presidência brasileira, a partir do lema “construindo um mundo mais justo e um planeta sustentável”.

Baixe gratuitamente o e-book “Brasil na presidência do G20 – Entenda o que é e quais as responsabilidades do Brasil”.

O lançamento da publicação ocorreu em evento no Rio de Janeiro no dia 23 de fevereiro, na sede do Brics Policy Center.

Na oportunidade, Henrique Frota, diretor da Abong e coordenador do C20, grupo de engajamento (GE) da sociedade civil no G20 Social, realizou uma palestra.

Para além do Caderno

O BPC realizará duas oficinas em março: no dia 16, será com jornalistas populares e no dia 20, haverá um encontro com Jéser Abílio de Souza, doutorando em Relações Internacionais pela PUC-RIO, autor do capítulo “Gênero e raça em análises sobre temas que parecem tão distantes? Sim! Porque…”, do Caderno. Jéser integra a coordenação da Trilha de Finanças do G20 e na oficina irá tratar da temática da desigualdade, um dos eixos prioritários apontados pelo Brasil neste ano.

O Brics Policy Center integra o T20, grupo de engajamento de think tanks, e coordena, no geral, a Força-tarefa do grupo pela reforma do sistema financeiro internacional.

Matéria enviada pela assessoria de Comunicação do G20

Isaias Dutra
Jornalista Isaias Dutra e editor Chefe do Gazzeta Paulista
Artigos Relacioanados

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -spot_img

Mais Lidos

Comentários Recentes