sexta-feira, 24 maio, 2024
HomeSaúde & BelezaTaboão da Serra registra casos de dengue e Secretário de Saúde alerta...

Taboão da Serra registra casos de dengue e Secretário de Saúde alerta que é preciso redobrar os cuidados

De acordo com a Vigilância Epidemiológica Municipal, até o dia 28/02, Taboão da Serra registrava 393 notificações de dengue.

Os casos de dengue estão avançando em todo o país e é necessário que todos estejam comprometidos em eliminar os focos do mosquito que estão dentro de casa. Por isto, a Prefeitura Municipal conta com a colaboração de todos para uma Taboão da Serra livre da dengue.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica Municipal, até o dia 28/02, Taboão da Serra registrava 393 notificações de dengue, sendo 228 casos descartados, 86 confirmados e 79 em andamento.

O secretário de Saúde, José Alberto Tarifa, recorda que o período chuvoso e quente favorece a reprodução do mosquito, por isto é preciso redobrar os cuidados. “A prevenção da dengue requer ações simples, porém eficazes que protegem não apenas a pessoa e sua família, mas todo a região. Elimine recipientes que possam acumular água parada, use repelente regularmente e, se possível, vista roupas que cubram a maior parte do corpo. Cuidados simples fazem a diferença no combate a dengue”, destaca.

Casos de dengue dobram em São Paulo e governo decreta estado de emergência

No estado de São Paulo, os casos de dengue confirmados chegaram, neste domingo, 10 de março, a 183.288, de acordo com dados da Secretaria da Saúde do estado paulista.

A quantidade é 2,1 vezes a registrada em 10 de fevereiro, quando o estado tinha 87.012 casos confirmados. No ano todo de 2023, foram 319 mil casos.

Do total de casos registrados atualmente, 216 são de dengue grave (em que os pacientes apresentam deficiência respiratória, sangramento grave ou comprometimento grave de órgãos); e 2.346 são de dengue com sinal de alarme (situação em que, mesmo após o fim da febre, os pacientes continuam a apresentar dor abdominal, vômito, ou sangramento de mucosas).

Os óbitos já chegam a 51 no estado. A maioria das mortes, cinco, ocorreu em Guarulhos. Em Pindamonhangaba foram registradas quatro, assim como em Taubaté. São Paulo, Pederneiras, Marília e Campinas registraram três óbitos, cada cidade.

Na última terça-feira (5), o governo de São Paulo decretou estado de emergência para a dengue. No dia anterior, o estado havia atingido 300 casos confirmados de dengue por 100 mil habitantes.

Faça sua parte:
– Guarde as garrafas sempre viradas para baixo;
– Encha de areia ou terra os pratinhos de vasos de planta;
– Mantenha bem tampados, baldes, tonéis, piscinas e caixas d’água;
– Guarde pneus de maneira que não acumulem água;
– Limpe as calhas regularmente;
– Não deixe a água da chuva parada sobre a laje;
– Lave regularmente os bebedouros com esponja ao trocar a água;
– Coloque o lixo em sacos plásticos bem fechados.

Matéria enviada pela assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde

Isaias Dutra
Jornalista Isaias Dutra e editor Chefe do Gazzeta Paulista
Artigos Relacioanados

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -spot_img

Mais Lidos

Comentários Recentes