sábado, 25 maio, 2024
HomeÁfrica em FocoMaria Eugénia Neto homenageada pelos feitos na literatura infantil

Maria Eugénia Neto homenageada pelos feitos na literatura infantil

A União dos Escritores Angolanos (UEA) realiza, hoje, às 9h30, na sua sede, um encontro de confraternização designado “Homenagem Poesia e Trova, Testemunhos, Exposição de obras”, no qual vai prestar um tributo à principal referência da literatura infantil angolana, Maria Eugénia Neto, pelo seu 90º aniversário natalício, assinalado, igualmente hoje.

Em colaboração com a Brigada Jovem de Literatura de Angola (BJLA), segundo uma nota de imprensa da UEA, a homenagem visa reconhecer os feitos da única mulher assinante entre os membros fundadores daquela casa das letras. O evento contará com a exposição das obras da homenageada, declamação de poesia, momentos de trova e testemunhos de algumas individualidades.

Por esse motivo, a UEA organiza um evento onde familiares, escritores e amantes da literatura da escritora reúnem -se para falarem e ouvirem sobre a sua contribuição para a literatura, cultura e História Nacional.

O dia 8 de Março é um dia memorável para Maria Eugénia Neto. A viúva do primeiro Presidente de Angola veio ao mundo numa data como esta em 1934. Este ano, o aniversário dos 90 anos vai ser seguramente diferente.

Numa data em que se assinala mais um dia dedicado à mulher no mundo, Maria Eugénia Neto nos seus depoimentos tem valorizado o papel da mulher angolana na luta pela independência e pelo bem-estar dos lares.

Maria Eugénia Neto foi a primeira escritora angolana a ganhar reconhecimento internacional pela obra “E nas florestas os bichos falaram”.

Maria Eugénia Neto nasceu em Trás-os-Montes, Portugal, em 1934. Em 1948, num círculo de intelectuais africanos conheceu Agostinho Neto com quem se viria a casar, tornando-se uma figura incontornável na luta de libertação de Angola.  Cedo, iniciou-se na escrita. Segundo Pires Laranjeira, especialista em Literatura Africana, “o discurso poético de Eugénia Neto percorre o traçado original sacrificial de uma saudosa evocação e uma angustiante interrogação sobre o amor e a morte, a paz e a guerra, a totalidade e o nada, o homem e o cosmos, em discorrer simples, lírico, pungente e apelativo, inscrevendo-se numa das tradições africanas, que através da constatação, do lamento e da denúncia, serve de alerta para transformar…”

Desde a década de 70 do século passado, Eugénia Neto tem-se  dedicado a criar literatura infantil, tendo as suas obras sido traduzidas para várias línguas e conquistado vários prémios. Entre as obras publicadas de literatura infantil, incluem-se “Nas Florestas os Bichos Falaram”, “As Nossas Mãos Constroem a Liberdade” e “A Formação de uma Estrela e outras Histórias na Terra”.

Em Novembro de 2018, recebeu da embaixadora da “Lift Effects”, em Angola, Vanda Freire, o certificado de “Princesa e Dama Real do Pan-africanismo da Casa do Solar”, pelo trabalho que tem vindo a desenvolver em prol da mudança de consciência, não só em Angola, mas também no mundo. “A Lift Effects” é uma organização mundial, com sede em Londres, que todos os anos distingue personalidades ligadas a grandes causas. A escritora Maria Eugénia Neto é vencedora do Prémio Nacional de Cultura e Artes, edição 2011, na categoria de literatuta.

Distinção na Universidade de Roma pela defesa do multilinguismo

Em Outubro do ano passado, a Universidade de Estudos Internacionais de Roma (UNINTI) outorgou, na cidade de Roma, o título de doctor magistralis honoris causa à escritora Maria Eugénia Neto, pela defesa do multilinguismo em Angola e salvaguarda das minorias culturais.

A outorga de Maria Eugénia Neto, viúva do primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto, resultou também do desejo de difundir a sua língua e cultura no estrangeiro, segundo uma nota de imprensa enviada pelos Serviços de Comunicação Institucional e Imprensa da Embaixada de Angola na Itália.

O reconhecimento foi feito durante a cerimónia do início do ano lectivo 2023/2024, momento aproveitado para o anúncio da abertura da Cátedra “Maria Eugénia Neto” que, a par da Cátedra Agostinho Neto, integram o programa de estudos da língua portuguesa na Universidade de Estudos Internacionais de Roma.

Na ocasião, foi igualmente assinado um acordo de cooperação entre a Fundação Agostinho Neto e a Universidade de Estudos Internacionais de Roma, com o objectivo principal de divulgação da cultura, ciência e do ensino superior através das actividades de investigação e ensino.

Matéria envida pela assessoria de comunicação União do Escritores de Angola

Isaias Dutra
Jornalista Isaias Dutra e editor Chefe do Gazzeta Paulista
Artigos Relacioanados

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -spot_img

Mais Lidos

Comentários Recentes