quinta-feira, 30 maio, 2024
HomeArte & CulturaPaixão de Cristo de Taboão da Serra inova e espetáculo é o...

Paixão de Cristo de Taboão da Serra inova e espetáculo é o melhor dos últimos anos

O evento mais tradicional de Taboão da Serra, a Encenação da Paixão de Cristo, chegou a sua 65ª edição repleta de novidades, abusando da tecnologia, com telões de led de alta definição e um novo roteiro que aborda passagens de Jesus Cristo de forma inédita na cidade.

O espetáculo levou um grande número de moradores nesta sexta-feira, dia 29, ao estacionamento do Parque das Hortênsias.

 A prefeitura anda não divulgou o número oficial do público presente. A encenação é mais antiga que a própria cidade, ela começou há 67 anos, com a idealização de Manoel da Nova, antes da emancipação de Taboão da Serra.

Acontece que neste ano a organização do espetáculo inovou como nunca antes, elevando a encenação ao nível mais profissional de sua história.

Tanto o som, como iluminação, figurino, roteiro e principalmente o cenário, feito totalmente de forma digital através de um enorme telão de led de última geração, foram renovados e emocionaram o público presente.

Nas edições anteriores, o cenário era feito com lonas pintadas, o que limitava a ambientação das cenas. Neste ano foi muito diferente, cada passagem da vida de Jesus Cristo ganhou tons emocionantes, valorizando ainda mais a apresentação dos atores e figurantes.

Algumas cenas foram gravadas previamente e exibidas no telão de led durante o espetáculo, deixando o texto mais emocionante, entre elas quando Judas se enforca após se arrepender de ter traído Jesus. A cena gravada no próprio Parque das Hortênsias teve uma edição “de arrepiar”, dando ainda mais impacto na sua apresentação.

A moradora de Taboão da Serra, Michele Martins, disse que acompanha a encenação há pelo menos 15 anos. “Foi muito emocionante, esse ano achei que o visual com as paisagens de Israel marcaram muito, espero que no ano que vem continuem com essa estrutura”, elogiou.

A encenação da Paixão de Cristo de Taboão da Serra contou com mais de 100 pessoas, entre produção, atores (profissionais e amadores) e figurantes, além da técnica de som, iluminação, figurino e maquiagem.

Uma das inovações, durante a passagem onde Jesus Cristo lava os pés dos apóstolos, uma moradora que estava na plateia foi chamada por um dos atores e subiu ao palco. O ator Cido Júnior, que interpretou Jesus pelo segundo ano seguido, lavou seus pés, em mais uma cena emocionante.

Antes da encenação, houve um show louvor ao vivo com Leonel Vieira e o Ministério Vida e Louvor, e com a cantora Camila Perrucini.

O tema deste ano foi “Eu Sou o que vive; estive morto, mas eis que estou vivo por toda a eternidade – Apocalipse 1:18”.

Marcada para começar às 19h, houve um atraso para o início da encenação, talvez o único porém de todo espetáculo. Com mais de duas horas de duração, a apresentação prendeu a atenção do público e recebeu muitos elogios. “É a maior celebração de fé da nossa região, venho aqui e saio sempre emocionada”, disse Claudia Reis, moradora do Jd. Monte Alegre.

Opiniões

Para o Diretor Geral da Paixão de Cristo, Ricardo da Hora, esse ano os atores tiveram mais condições de fazer o espetáculo. “Todo ano é aquela dificuldade, fazendo na garra, no amor. Esse ano tivemos uma grande estrutura, não faltou nada, tivemos efeitos especiais, telões de led. Quero agradecer a prefeitura de Taboão da Serra pelo convite, estou muito contente com o resultado”.

O diretor artístico José Maria Lucena, que já trabalha na encenação há 32 anos, lembrou que a encenação de Taboão da Serra é focada na dramaticidade, nos atores, porém o uso da tecnologia e as inovações deram muito certo. “Quando definimos o uso do telão colocamos também algumas cenas filmadas previamente, o que deu muito certo”.

O secretário de cultura, Cido Aparecido, que assumiu o cargo há menos de dois meses, pegou o projeto já em andamento, mas disse que foi um dos momentos mais emocionantes de sua vida. “Tive a honra e privilegio de participar desse espetáculo, fi um momento mágico.

 Estar na frente da Secretaria de Cultura, ao lado do prefeito Aprígio, é muito especial”.

Outro Cido, Cido Júnior, que interpretou Jesus Cristo pela segunda vez, falou da emoção que os atores sentiram na noite: “foi um espetáculo com uma roupagem diferente, o Walter Lins e o próprio Eddie Ferraz [diretores de elenco] trabalharam com a gente uma forma diferente de trabalhar o texto. Fiquei feliz que todos se entregaram na peça. Tô muito feliz, radiante”.

A encenação da Paixão de Cristo é uma produção dos artistas taboanenses e da prefeitura de Taboão da Serra e conta com o apoio do Santuário Santa Terezinha.

Veja todoa as demais Fotos no https://www.facebook.com/gazzetapaulista/

Isaias Dutra
Jornalista Isaias Dutra e editor Chefe do Gazzeta Paulista
Artigos Relacioanados

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -spot_img

Mais Lidos

Comentários Recentes