quinta-feira, 30 maio, 2024
HomeOpiniãoPresidente Lula se reúne com presidente da Guiana, Irfaan Ali

Presidente Lula se reúne com presidente da Guiana, Irfaan Ali

No encontro, os dois líderes conversaram sobre as relações comerciais entre os países e a possibilidade de maior integração logística e de infraestrutura na região.

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, reuniu-se com o presidente da Guiana, Irfaan Ali, nesta quinta-feira, 29 de fevereiro, para estreitar a integração e a relação comercial entre os países. O compromisso ocorreu logo após a 46ª Conferência de Chefes de Governo da Comunidade do Caribe (CARICOM).

Queremos muito contribuir para que a Guiana possa transformar esse momento econômico excepcional em um maior desenvolvimento social e humano”
Luiz Inácio Lula da Silva, presidente da República

No início do encontro, o presidente guianense prestou uma homenagem a Lula ao nomear de “Sala Lula” o local onde a reunião aconteceu, no Centro de Conferências Arthur Chung, em Georgetown. “Seu sorriso e sua luminosidade são o que queremos para o futuro da Guiana”, disse Ali ao mostrar a foto oficial do terceiro mandato do presidente brasileiro pendurada na parede. “Mais bonita que o meu gabinete”, agradeceu a Lula.

 Na Guiana, Lula destaca oportunidades de integração entre Brasil e países do Caribe

O presidente do Brasil destacou que o governo brasileiro está interessado em desenvolver com a Guiana temas como a integração logística, a segurança alimentar, as energias, o combate ao crime transnacional, e a paz na região. “Estamos dispostos a discutir com a Guiana o financiamento ao desenvolvimento das infraestruturas que irão integrar os nossos países”, afirmou.

Lula sugeriu que Ali visitasse o Brasil com uma comitiva de empresários, para mostrar aos investidores brasileiros como a Guiana é um local atrativo economicamente. “Queremos muito contribuir para que a Guiana possa transformar esse momento econômico excepcional em um maior desenvolvimento social e humano”, frisou, ao mencionar que quer participar da construção de portos, estradas e vias aéreas que liguem o Caribe à região norte do Brasil.

O setor petrolífero está em pleno desenvolvimento na Guiana, após a descoberta de expressivas jazidas no país, e o presidente Ali expressou expectativa de que a Petrobras se envolva mais na exploração. O presidente brasileiro afirmou, em resposta, que vai tratar com a empresa, sobre possibilidades de parceria com a Guiana. “Lembrando que a Petrobras hoje não é só uma empresa de petróleo e gás, mas de energia de uma forma mais ampla, com uma dimensão importante na produção de energias renováveis”, pontuou Lula.

Por fim, o líder brasileiro destacou a participação prevista de Irfaan Ali na 8ª Cúpula de Chefes de Estado e Governo da CELAC, a Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos, em São Vicente e Granadinas, “para que a gente mantenha nosso continente e nossa região como uma zona de paz”.

ENGAJAMENTO HISTÓRICO – O presidente da Guiana agradeceu a Lula, durante a reunião, pelo engajamento histórico do presidente brasileiro com a região, pela liderança e pela defesa da paz e da prosperidade dos países em desenvolvimento.

Ali destacou o crescimento da Guiana, lembrando que o país já foi o segundo país mais pobre do hemisfério ocidental e um dos mais endividados do mundo. Porém, após iniciar a exploração de petróleo e gás, a economia guianense teve crescimento recorde, de quase 400%, entre 2021 e 2023 (de US$ 8 bilhões para mais de US$ 40 bilhões). A visita consolida uma relação comercial cada vez mais ampla.

“Vi a inauguração da primeira ponte entre Brasil e Guiana, entre Bonfim Lethem, no seu governo, e foi um momento histórico para a nossa relação. Lembro de tudo que planejávamos fazer para a integração logística dos nossos países. E é uma alegria muito grande ver que podemos realizar grande parte desses projetos hoje, com recursos próprios e com acesso a financiamento”, disse Irfaan Ali.

O presidente guianense afirmou que está focado em utilizar as riquezas do país para investir no desenvolvimento social e humano, além da infraestrutura para o desenvolvimento da região. Disse também que a Guiana dará total prioridade à integração física e logística com o Brasil. “Vemos o Brasil como parte integral da nossa economia.

Matéria envida pela assessoria de Comunicação do Presidente da Republica

Isaias Dutra
Jornalista Isaias Dutra e editor Chefe do Gazzeta Paulista
Artigos Relacioanados

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -spot_img

Mais Lidos

Comentários Recentes